quinta-feira, 26 de maio de 2016

Vida Real - Workshop Keune Brasília

Nesta terça-feira (24), tive o prazer de conhecer a Keune Brasília e participar de um workshop incrível com o hair stylist Kaka Coelho, feito especialmente para blogueiras.


Nesse encontro, conhecemos um pouco mais sobre a marca e suas diversas linhas, além de ter a oportunidade de ter nossos cabelos cuidados com os produtos Keune adequados para cada caso e receber dicas muito legais pra ter o mesmo resultado em casa.







Foi um dia delicioso e cheio de mimos! ♥




Meu cabelo foi finalizado com a "Fibre Wax" e eu ganhei um exemplar pra poder testar vários jeitos diferentes de usar. Tenho certeza que vou usar toda hora agora!
Caso vocês queiram, posso fazer uma resenha em post ou vídeo dessa belezura. ;)


Muito obrigada à Dulce e toda equipe da Keune Brasília pelo dia incrível! ♥

quarta-feira, 25 de maio de 2016

News - Dillo em "Mamãe Mamãe"

Durante as festividades do aniversário de Brasília deste ano, tive o prazer de assistir ao show do Dillo, um artista da cidade que eu ainda não conhecia, mas que tem um trabalho incrível.
Em uma das músicas, ele convidou o André Gonzales (vocalista do Móveis) pra cantar com ele uma música chamada "Mamãe Mamãe", que tem uma letra foda sobre as expectativas criadas pela sociedade com relação às mulheres e a quebra desses padrões.
A boa notícia é que essa música acaba de ganhar um clipe belíssimo, com direção do próprio André Gonzales e do André Miranda, cheio de intervenções artísticas e efeitos gráficos.


O resultado ficou indescritível de tão lindo!


"Me desculpe, mamãe, mas não quero casar..."

terça-feira, 24 de maio de 2016

Red Carpet - Billboard Music Awards 2016

Neste domingo (22) rolou mais uma edição do "Billboard Music Awards" e diversas personalidades da música e do entretenimento estiveram por lá, desfilando seus looks pelo tapete vermelho.
Selecionei minhas produções favoritas da noite e espero que gostem!

Demi Lovato estava deslumbrante com um conjuntinho poderoso da Chanel que trazia uma mistura de sensualidade e elegância. As luvas de couro trouxeram um toque fetichista à produção, que combinou muito com o visual atual dela, bem mulherão.

Idina Menzel também apostou num visual todo preto, com esse belíssimo vestido Michael Costello cheio de mini paetês e com um detalhe todo moderninho na parte de cima.
O cabelo super liso e os maxi brincos arremataram perfeitamente a produção.

Laverne Cox tava toda barbiezinha com esse vestido Michael Costello, esse cabelão assimétrico maravilhoso e esse rosto que é o poder! ♥♥♥♥♥

Jessica Alba fez a gótica suave com esse vestido Zuhair Murad maravilhoso e essas botas 7/8 que são pura sensualidade. Adorei o detalhe "bagunçadinho" do cabelo.

Halsey estava uma força da natureza com esse look Fausto Puglisi cheio de recortes que valorizaram suas curvas e tatuagens. Tem nem o que falar, apenas que tô apaixonada!
 
Kelly Rowland estava deslumbrante com esse vestido Labourjoisie repleto de bordados, com uma modelagem ajustada perfeitamente ao corpo dela.

Zendaya tava toda minimalista com um conjuntinho nude que ganhou um charme todo especial através de joias poderosas e extremamente elegantes. Amei a make e o cabelo!

Tove Lo apareceu com um visual descontraído e solar, bem "de humanas", e eu sinceramente adorei, especialmente pela ousadia da transparência do vestido.
 
Kesha apostou em um conjuntinho de alfaiataria nada básico: roxo com bordados dourados!
Adorei a escolha dos acessórios e o cabelo moderno que deu o contraste necessário ao look.

Lucy Hale apostou em um visual sóbrio e arrasou muito com esse conjuntinho Zuhair Murad que trazia um mix de rendas super interessante. Também amei o cabelo!

Keke Palmer estava destruidora com esse vestido de látex incrível, esse cabelo mais incrível ainda e esse sorriso maravilhoso e contagiante! Não sei nem o que dizer, apenas sentir. ♥

E vocês, de quais looks mais gostaram?

domingo, 22 de maio de 2016

Opinando - Moda sem gênero?

Nesta semana, rolou uma forte polêmica envolvendo dois comerciais da C&A que demonstram uma nova visão da marca, incentivando a libertação de rótulos e a experimentação de roupas independente de gênero, conceito que vem crescendo em escala mundial.




Essa atitude da marca desagradou algumas pessoas, que discordam da ideia de que roupas não precisam ter gênero e acham que não se deve usar roupas teoricamente destinadas a um gênero diferente do seu, ou seja, que existe "roupa de homem" e "roupa de mulher".


Esse fato me lembrou uma história curiosa envolvendo a dupla Tonico e Tinoco, que ouvi por acaso em um programa de televisão e me marcou bastante.
Eles falavam sobre a infância pobre e difícil, quando viviam na roça e praticamente tudo que tinham vinha de doação. Além disso, eles tinham pouquíssima instrução e informação externa.
Certa vez, a família ganhou uma mala repleta de roupas e, dentre elas, havia um vestido infantil vermelho. Sem saber da existência da distinção de roupas masculinas e femininas, um dos irmãos se encantou pelo vestidinho e passou a usá-lo sempre, até ter a grande surpresa de saber que aquela peça tão querida não era permitida para meninos. E, afinal, não é permitida por quê?
(Na realidade, é permitida pra fazer chacota, mas isso é tema pra outro post!)


Simplesmente porque NÓS construímos esse e tantos outros conceitos de moda que acabaram virando um senso comum e nos fazem estranhar qualquer coisa fora do esperado.
O que não podemos esquecer é que usar um pedaço de tecido não modifica a sua essência, sua sexualidade, seu caráter ou qualquer outra característica interna. Ou será que o pequeno menino que adorava passear de vestido vermelho deixou de ser quem ele era a partir do momento em que vestiu aquela peça "feminina"? Eu acredito que não.


Além de não fazer sentido se prender a conceitos pré-estabelecidos pela própria sociedade, devemos lembrar que os próprios conceitos têm sido reinventados e revistos ao passar dos anos.
Há algumas décadas, a estilista Coco Chanel causou verdadeiro escândalo na sociedade ao usar peças de roupa masculinas e torná-las parte da composição de looks femininos, e demorou um tempo pra que a sociedade passasse a aceitar essa mudança, que hoje é algo tão trivial.




Eu poderia passar horas apenas citando exemplos de como a moda mudou desde os primórdios da humanidade e como o certo e o errado dependem de vários fatores.
Os saltinhos de Luís XIV, as saias escocesas (kilts), os tamancos masculinos dos anos 70, a moda andrógina dos anos 80 e tantos outros só mostram o quanto é limitado o pensamento de que a moda é algo engessado. A moda é plural, é mutante, é uma das expressões artísticas mais incríveis que já inventamos e nunca vai parar de se transformar. Ainda bem!


Acredito que o futuro será a moda sem distinção de gênero, que permitirá escolhas ainda mais livres, baseadas em nossos reais gostos e preferências. Assim, quem sabe um dia possamos evoluir tanto a ponto de nos aproximar da inocência daquele menino de vestido vermelho.

terça-feira, 17 de maio de 2016

News - Coleção Botas Besni

A marca Besni acaba de lançar uma coleção de botinhas lindas e super versáteis por um precinho super camarada: todos os modelos custam R$ 79,90.
Infelizmente, a marca só tem lojas no estado de São Paulo (clique aqui pra saber onde ficam) e eu não encontrei esses modelos na loja virtual, mas amei muito a ideia e tô querendo várias!


Versatilidade e preço baixo = muito amor! ♥
2013 © Todos os direitos reservados - Layout desenvolvido por Alexandre Costa