segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Red Carpet - American Music Awards 2014

Na noite deste domingo (23) rolou o American Music Awards 2014, que teve várias apresentações bacanas e muitos looks desfilando pelo tapete vermelho.

Jessie J estava super comportada com esse look alfaiataria todo branco, cabelo "lambido" e acessórios em preto. A make trazia um esfumado preto nos olhos e gloss nude nos lábios.
Mas o destaque ficou por conta de Luke James, novo namorado de Jessie, que é belíssimo e totalmente estiloso. Shippando fortemente esse casal! ♥
Arrasou!

Taylor Schilling foi com um vestido preto e branco assimétrico bem moderninho, que ela complementou com acessórios vermelhos, make leve e cabelos jogados para o lado com aquele efeito amassadinho/ondulado que eu amo e trouxe um ar despojado à produção..
Gigi Hadid misturou a elegância da alfaiataria e a sensualidade do estilo boudoir, o que resultou num look extremamente jovem e estiloso. O tom de turquesa quebrou a seriedade do preto e branco e o sutiã de renda aparecendo na medida certa ficou belíssimo.
Arrasaram!

Lucy Hale apostou nas texturas desse vestidinho preto com bordados e franjas. Os acessórios eram pretos, assim como as unhas, exceto os brincos e os anéis metalizados. O cabelo long bob ondulado e o batom burgundy estão em alta e combinaram perfeitamente com a produção.
Arrasou!
Khloe Kardashian optou por um vestido preto com barra assimétrica e um detalhe lateral no mínimo estranho. Tenho pavor dessas unhas super compridas e quase não consigo olhar pra outra coisa, por isso não tive como gostar desse look.
Exótica!

Renée Bargh foi com um conjuntinho super charmoso, cheio de recortes geométricos, que ela complementou com acessórios dourados e uma sandália preta de tiras finas. Adorei o cabelo preso só com algumas mechinhas soltas e a make iluminada.
Fergie voltou à ativa toda linda com um vestido longo e uma fenda poderosa. Os detalhes em dourado do cinto e da sandália trouxeram ainda mais glamour à produção, que também tinha as horrendas unhas gigantes, mas que em tom nude ficaram mais discretas.
Arrasaram!

Dianna Agron usou um vestido de modelagem duvidosa, um bracelete lindo mas que não combinou com o vestido e um penteado que combinou menos ainda com o resto.
Charli XCX tentou se vestir de "gente normal" mas errou na escolha do vestido, da make e do cabelo e ficou parecendo 300 anos mais velha...
Exóticas!

Selena Gomez também estava parecendo uma senhora de meia idade e, apesar de todo o luxo da roupa e dos acessórios, o resultado não foi dos melhores.
Exótica!
Uzo Aduba estava deslumbrante com esse vestido preto cheio de estrelas brilhantes, que ela complementou com uma sandália preta e clutch prateada. Se o cabelo estivesse totalmente preso com um coque ficaria ainda mais linda, mas tá valendo.
Arrasou!

Meghan Trainor estava toda romântica com blusa de renda, saia de pregas com cintura alta, scarpin com lacinho no peito do pé e uma fofíssima clutch brilhante em formato de boca.
Arrasou!
Katy Tiz apostou na renda, na fenda e no decote, mas não chegou lá. Essas ombreiras trouxeram uma vibe bem cafoninha à produção, que também tinha as benditas unhas... vermelhas!
Exótica!

Nicki Minaj não estava em seus melhores dias e usou um look bem sem graça, assim como o cabelo e a make. Quedê Anaconda? Quedê emoção?
Kendall Jenner apostou na transparência mas errou na modelagem. O vestido não valorizou o corpo dela e acabou dando um formato mega estranho para os seios.
Exóticas!

Giuliana Rancic apostou em um vestido longo azul marinho com fenda e ficou belíssima.
A sandália amarrada no tornozelo trouxe sensualidade à produção, que foi complementada com acessórios neutros, assim como o cabelo e a make.
Mary Lambert também foi de azul, mas investiu em um modelo rodadinho com decote em V, que valorizou o corpo dela. O scarpin nude complementou perfeitamente e a trança na parte da frente do cabelo ficou um charme. O batom vermelho fechou o look com chave de ouro.
Arrasaram!

Kylie Jenner apostou na sensualidade com esse vestido de cetim num tom burgundy super lindo, com direito a uma fenda poderosíssima. Adorei o sapato e os acessórios dourados.
Jhene Aiko também apostou no burgundy, mas numa modelagem super princesa, com saia volumosa e cintura bem marcada. Os cabelos presos com trança trouxeram ainda mais romantismo e os acessórios arremataram com o glamour na medida certa.
Arrasaram!

Elizabeth Banks apostou numa produção jovial e colorida, o que deu um resultado super positivo. O vestido ficou belíssimo no corpo dela e harmonizou perfeitamente com a sandália.
Também amei o cabelão jogado pro lado e o bocão vermelho.
Julianne Hough investiu num visual com cara de verão: vestido coral, bronzeado em dia, make iluminada e cabelos com efeito molhado. Não faz o meu estilo, mas gostei, rs.
Arrasaram!

Rita Ora usou um look bem ousado, com vestido amarelão e um coque diferentão, mas que combinaram super bem. Ela acertou em não pesar na make e apostar no poder dos acessórios.
Arrasou!

Jordin Sparks estava a cara da riqueza com esse vestido todo trabalhado no brilho, com direito a decotão e fenda. O cabelo com bastante cachos trouxe uma vibe bem setentinha.
Zendaya usou um look que ficaria feio em qualquer outra pessoa no mundo, mas que nela ficou IN-CRÍ-VEL! O que é esse cabelo, esse corpo e esse carão, minha gente?
Arrasaram!

Jennifer Lopez quis dizer aquilo que todo mundo já tá careca de saber: que o corpão vai muito bem, obrigada. Uma pena que os looks dela sempre tem aquele pezinho na cafonice.
Heidi Klum também não estava muito inspirada e apareceu com um look bem cafoninha. Aí você pensa: se ficou feio nela, imagina em nós, reles mortais? hahaha
Exóticas!

E aí, o que vocês acharam dos looks?

Arrasou - Taylor Swift

Nunca vou me cansar de postar looks da Taylor Swift por aqui, pois acho que ela é o exemplo perfeito de como peças básicas podem resultar em produções cheias de estilo.
Nesse look, ela combinou uma maxi regata preta com uma saia xadrez de cintura alta em tons de preto/cinza, o que resultou em uma mistura de romantismo e modernidade.
O sapato escolhido é tipo uma ankle boot com um design bem retrô, assim como os óculos estilo wayfarer e a bolsa quadradinha. Para complementar, bocão rosa vibrante! ♥


Inspirando a segunda-feira!

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Vida Real - Eu Assisti: "Helter Skelter"

Ontem assisti a um filme que só posso descrever com uma palavra: perturbador.
"Helter Skelter" é um docudrama que conta a história de Charles Manson e sua "família", que foram responsáveis por cometer alguns dos crimes mais chocantes e famosos dos Estados Unidos.

Parte da "família" de Manson

Eu já tinha conhecimento sobre boa parte da história, mas vou explicar de uma maneira beeem resumida pra quem nunca ouviu falar: o Charles Manson é um cara totalmente fora da casinha, que cismou que os Beatles falavam com ele através de suas músicas, especialmente "Helter Skelter" que, segundo ele, anunciava uma guerra entre negros e brancos.
Ele convenceu dezenas de jovens das suas ideias insanas e os fazia colocar em prática seus planos, que incluíam roubos, assaltos e assassinatos.

Charles Manson e sua cruz na testa

Em um dos dois casos mais famosos, que ficaram conhecidos como "Caso Tate-LaBianca", eles assassinaram a atriz Sharon Tate, esposa do cineasta Roman Polanski, grávida de 8 meses.

Sharon Tate, poucos dias antes do assassinato

Agora falando mais especificamente sobre o filme, ele foi feito especialmente para a TV em 2004 e é protagonizado por Jeremy Davies, que chega a dar medo interpretando o Manson.
Eu realmente não recomendo pra quem se impressiona com facilidade, pois os assassinatos aconteciam de uma maneira extremamente fria e cruel.


A personagem principal é Linda Kasabian, interpretada por Clea DuVall, que foi integrante da "família", teve um envolvimento intenso com Charles Manson, mas não concordava com muitas das ações de seus companheiros, o que gerou muito sofrimento a ela.


Charles Manson é retratado com um homem controlador, que se aproveitava da devoção de seus discípulos pra realizar suas ambições pessoais, que sempre envolviam poder.
O sexo e as drogas eram presença constante nos encontros e acabavam se tornando meios de controle de uma juventude sedenta por um líder que os comandasse.


Apesar de Charles Manson ser uma figura assustadora, o que mais me deu arrepios foram as "garotas do Charlie", discípulas mais fervorosas que participaram dos principais crimes e tinham uma frieza difícil de conceber. O grande destaque certamente é Susan "Sadie" Atkins, interpretada brilhantemente por Marguerite Moreau.


Não vou dar mais detalhes sobre o filme pra não acabar dando spoiler, mas separei algumas curiosidades que envolvem a história da Família Manson:

- O nome artístico do Marilyn Manson nada mais é do que uma mistura de Marilyn Monroe e Charles Manson, numa maneira de demonstrar a "dualidade"


- A banda Kasabian tem esse nome em "homenagem" à Linda Kasabian


- O personagem Tate Langdon, da série American Horror Story, tem três referências aos casos: é um assassino insano, assim como Charles; o nome, que remete à Sharon Tate; e uma cena em que ele fala as palavras Helter Skelter


Bizarrice da semana!

News - Giambattista Valli para MAC

A MAC acaba de lançar uma coleção em parceria com o estilista Giambattista Valli.
São 5 batons com acabamento matte e cores que vão desde o rosa clarinho a um tom de ameixa super escuro (que eu já estou desejando pra fazer a gótica por ai!). Adorei a ideia de fazer a embalagem combinando com as cores dos batons e adorei ainda mais essa foto de divulgação! ♥


A previsão para o lançamento dessas lindezas é para o verão de 2015, ou seja, dá pra ir juntando uma grana pra poder comprar tudo! hahahaha

terça-feira, 18 de novembro de 2014

News - The Pretty Reckless em "House On A Hill"

Acabou de sair o clipe novo do The Pretty Reckless! \o/
Diferente da vibe Taylor Momsen sensual que costuma reinar nos vídeos da banda, esse é mais sério e sombrio, com uma fotografia bem escura em preto e branco (algumas cenas lembram aquela fita do filme "O Chamado") e imagens do rosto da Taylor mescladas a cenas da degradação da humanidade, que trazem angústia e tristeza.


Gostei muito de ver a banda mais politizada, usando a música pra passar uma mensagem diferente do usual, com coragem e sensibilidade.


Nó na garganta!
2013 © Todos os direitos reservados - Layout desenvolvido por Alexandre Costa